Estaca Escavada


As estacas escavadas caracterizam-se por serem moldadas no local após a escavação do solo com perfuratrizes rotativas ou ainda com trados mecânicos ou manuais, porem estes últimos com possibilidade de atingir somente pequenas profundidades.

 

As estacas escavadas mecanicamente com trado helicoidal são executadas através  de torres metálicas, apoiadas em guindastes sobre esteiras ou acopladas em caminhões.

 

Em ambos os casos são empregados guinchos, conjunto de tração e haste de perfuração, podendo esta ser helicoidal em toda sua extensão ou constituída de trados com comprimento de 2 e 6 m em sua extremidade, procedendo-se ao avanço através de prolongamento telescópico.

Podem ser executadas com ou sem presença d’agua.

 

 

 

DADOS TÉCNICOS
A carga de trabalho devera ser fixada após analise do perfil geotécnico. Usualmente os diâmetros e cargas de trabalho utilizadas são os indicados na tabela abaixo (alguns exemplos):

 

Diâmetro
(cm)

Área de seção
(m2)

Área Lateral
(m2/m)

Carga Admissível
(T)

30

0,071

0,942

35T

40

0,126

1,257

55T

50

0,196

1,571

70T

60

0,283

1,885

85T

70

0,385

2,199

105T

80

0,503

2,513

130T

90

0,636

2,827

165T

100

0,785

3,142

195T

110

0,950

3,456

220T

120

1,131

3,770

260T

130

1,327

4,084

290T

 

Distância mínima recomendada entre as estacas escavadas é de 25 vezes o diâmetro.

As estacas escavadas podem ser executadas tangentes às divisas se não houver obstáculos para a torre de perfuratriz.

 

Armaduras

Em obras prediais correntes em que há somente cargas axiais de compressão não há  necessidade de armadura.

Usualmente colocasse “armadura de fretagem” na cabeça  das estacas com comprimento em torno de 1,0 metros.

Quando há esforços horizontais, efeitos de momento fletor e principalmente esforços de tração, as armaduras deverão ser dimensionadas, levando-se em conta o efeito de flexo-compressão e flexo-tração da estaca.

 

Concretos

O concreto usinado normalmente  utilizado para estacas escavadas a seco possuem:

Resistência entre fck=18,0Mpa (180 kgf/cm2) e 20,0Mpa (200kgf/cm2);

Consumo mínimo de cimento de 300 kg/m3;

É facultativo a utilização de aditivos como retardador de pega ou plastificantes;

O abatimento ou “slump-test” varia de 8,0cm a 10,0cm, dependendo do concreto e projeto.

O concreto utilizado para as estacas escavadas com utilização de lama bentonitica tem:

Concreto de alta trabalhabilidade e não segregáveis durante o lançamento, com resistência em torno  de 25,0 Mpa (250kg/cm2);

Composição e areia, brita 01 ou brita 01 e 02 e cimento, com diâmetro máximo do agregado não superior  a 10 do diâmetro interno do tubo tremonha.

Consumo mínimo de  cimento de 400kg/m3;

Sendo facultativo a utilização de retardador  de pega ou plastificantes ;

O abatimento ou “slump-test” de 200m /-20 mm.

 

FASES EXECUTIVAS DAS ESTACAS

Estacas escavadas a seco:

Escavação mecânica do furo através de trado ou caçamba;

Perfuração executada ate a profundidade necessária;

Posicionamento da armadura da estaca;

Concretagem da estaca;
Concretagem da estaca;
Colocação das esperas do pilar imediatamente após a concretagem;
Estaca pronta.
Estacas Escavadas com Utilização de Lama Betonitica

Escavação mecânica do furo com utilização de caçamba e preenchimento do furo com lama bentonitica;

Perfuração executada, ate a profundidade necessária;
Posicionamento da armadura  da estaca  e tremonha com funil  de concretagem;
Concretagem da estaca  de baixo  para cima  com recolhimento  da lama bentonitica para desarenação e armazenamento em deposito;
Colocação das esperas do pilar imediatamente após a concretagem;
Estaca pronta.

 

Estacas Escavadas com Entubadora.
Execução de pre-furo para posicionamento do tubo;
Introdução das camisas no solo por rotação e pressão hidráulica;
Escavação  com trado dentro do tubo ate cerca de 80cm acima de pronta;
Introdução dos complementos ate a cota em que não haja mais penetração de agua  no furo;
Complementação da escavação ate a profundidade necessária;
Posicionamento da armadura da estaca;
Concretagem da estaca e retirada gradativa dos tubos e revestimento;
Colocação das esperas do pilar imediatamente após a concretagem;
Estaca pronta.